Como Identificar E Tratar A Disbiose Em Bebês? Verdade E Mentira

Índice:

Como Identificar E Tratar A Disbiose Em Bebês? Verdade E Mentira
Como Identificar E Tratar A Disbiose Em Bebês? Verdade E Mentira

Vídeo: Como Identificar E Tratar A Disbiose Em Bebês? Verdade E Mentira

Vídeo: Como Identificar E Tratar A Disbiose Em Bebês? Verdade E Mentira
Vídeo: 139. Passos Para Tratar a Disbiose e o Mito dos Probióticos [Dra. Denise de Carvalho] 2023, Novembro
Anonim

Concordo, um filho é a coisa mais preciosa que seus pais têm. Você está esperando um bebê? Ou você já começou a criar um recém-nascido? Você provavelmente já ouviu falar de uma doença como a disbiose. Ou você a encontrou? Você ficará surpreso, mas essa doença não existe.

Como identificar e tratar a disbiose em bebês? Verdade e mentira
Como identificar e tratar a disbiose em bebês? Verdade e mentira

Disbacteriose

Para começar, essa doença é uma espécie de mito. O fato é que essa doença não pode ser estabelecida.

Um recém-nascido tem um intestino "limpo e transparente", que é habitado por cerca de três mil microorganismos diferentes, divididos em vários grupos:

Participar de processos digestivos, a troca de oligoelementos;

A maioria deles;

Esses microrganismos são os culpados de doenças.

Não existe um número único de microrganismos: a proporção é diferente para todos, é individual. Unindo-se "em uma pilha", eles são formados em um único órgão - o microbioma, um órgão dos sistemas imunológico e digestivo, que é extremamente importante para os humanos.

Alguns pais, interessados em saber que tipo de microrganismo vive no intestino da criança, depositam suas esperanças em encontrar a resposta nos resultados da análise das fezes. Mas nenhuma análise desse tipo pode responder a essa pergunta e fornecer um quadro completo dos habitantes nas paredes intestinais. O máximo que pode ser aprendido é a microflora no lúmen intestinal.

A partir disso podemos concluir: tendo feito uma análise de fezes para disbiose, você não receberá as informações desejadas. Portanto, não há diagnóstico. E se não estiver, perde-se a necessidade de sua busca e tratamento.

Como ser?

Se encontrar sinais de infecção intestinal no seu bebê (febre, diarreia, vômito), primeiro procure o patógeno, faça exames para identificá-lo e estudá-lo. Posteriormente, serão prescritos os medicamentos necessários.

Recomendado: